Histórias do Amanhã - Jamila Mafra

Com toda a sua ousadia e talento, a jovem escritora e estudante de Direito Jamila Mafra apresenta ao mundo uma obra fantástica que com certeza encantará a todos os leitores.
Falar sobre o futuro pode se tornar mais fácil quando a imaginação é mesclada com os fatos e o provável.
Perceber o que acontece e o que acontecerá na Terra talvez seja algo simples se pararmos e refletirmos sobre tudo ao redor. Afinal, pensar, imaginar, visualizar também é viajar e ir além de todas as fronteiras.
Desse modo descobrimos que podemos viajar não somente no espaço, 
mas também no tempo, nas idéias e nos pensamentos. 
Cientes de que essa  não é qualquer viagem, simplesmente conquistamos a descoberta da existência.
All Print - Editora/2012

Pintando poesia - Anair Weirich

O livro Pintando Poesia, escrito por Anair Weirich e ilustrado por Maria Luisa Neubauer, é um convite a apreciarmos os encantos da infância, no qual encontramos poesias cheias de alegria, singulares na cadência poética e na sonoridade. O livro inicia com poemas, destacando o ato de sorrir, “Sorrir à vida”, “Sorrir à alegria” e “Sorrir ao amanhecer”. A autora continua escrevendo sobre o universo da vida infantil, “A escola”, “A mãe”, e tantos outros poemas que povoam as fantasias da criança como a amizade, o amor à terra, as brincadeiras infantis nos poemas “Fantasias de Betinho”, “Valsa de Outono” e a “Alegria infantil”, entre outros. Enfim, criatividade e imaginação estão bem presentes neste livro que está na sua 2ª edição, ampliada. Um verdadeiro convite para adentrarmos no universo da criança, fruindo poesia.
Ilustrações: Maria Luixa Neubauer/News Print - Gráfica e Editora, Xanxerê/SC-2004.

Zé Filé - Aprendendo a preservar - Dani Garcia

A autora Dani Garcia e o ilustrador Guilherme Roemers, contam em três aventuras de Zé Filé como o cão se transformou no cão reciclador e defensor da natureza e das boas ações. Zé Filé ensina ainda como os cachorros, crianças e adultos podem ajudar a reservar o rio e o mar de sua cidade e que pequenas atitudes e muita determinação podem fazer a diferença para a preservação ambiental. 
Estas são as três histórias de Zé Filé:
Zé Filé em: Um cachorro na reciclagem, Zé Filé em: Um mergulho no Rio e
 Zé Filé em Uma noite em Alto-mar
Esta cartilha ambiental foi patrocinada pela Prefeitura Municipal de Balneário Piçarras - SC 
 Gestão 2009/2012

Princípios em poesia - Anair Weirich

Esta obra que aborda os valores cristãos com desenhos para ilustrar, 
traz inúmeras poesias os quais falam de valores que estão sendo esquecidos pela humanidade

Princípios = Sementes da verdade
Princípio é a origem, aquilo do qual algo procede, uma fonte de verdade.
" O temor do Senhor é o princípio da sabedoria: todos os que cumprem os seus preceitos revelam bom senso. Ele será louvado para sempre! (Salmos 111, 10)

Maria Helena F. Ribeiro pontua: As promessas de Deus são verdadeiras, não mudam e não falham. 
Sendo assim porque  tantos jovens estão longe de Deus, desviados para as drogas, alcoolismo, prostituição, marginalidade? Deus ou nós, os pais e/ou professores? Hoje é o tempo urgente para vivermos essa promessa de Deus em nossos lares e escolas, pois como pais e professores desta geração, precisamos também, com urgência obedecer e viver a palavra de Deus. (Deuteronômio 11 e Salmos 78)

Biblioteca Errante - Márcia Cardeal

Particpe, divulgue!

Literatura Infantil e Juvenil produzida em Santa Catarina - Base de Dados Online

Fora lançado o livro online Literatura Infantil e Juvenil
 produzida em Santa Catarina
 (Organizadoras Eliane Debus, Simone Cintra e Maria Laura P. Spengler)
            O mesmo fora produzido com a participação de vários pesquisadores, 
os quais dedicam-se a estudar a literatura de Santa Catarina.
Estou muito feliz por contribuir com este trabalho.
Eliane Debus convida: Gostaria de convidá-los a 
acessar a publicação e divulgá-la, 
pois acreditamos que será um material 
importantíssimo para os professores e leitores 
preocupados com a mediação literária.


Jornal AN Escola valorizando a Literatura de Balneário Piçarras

O Jornal AN Escola está valorizando os Livros infantis de Dani Garcia: Zé Filé ilustrado pelos alunos da Escola Monteiro Lobato  e também Como Chico Chegou a Lua ilustrado por Guilherme Roemers.
A Literatura de Santa catarina e de Balneário Piçarras, sendo valorizada!
Parabéns a iniciativa!

Lançamento dos livros de Inês Carmelita Lohn


CONVITE ESPECIAL ...



Lançamento  dos livros: Chico e Beto


Trajetória de Um Vencedor





Quando: 26/11/2012



Onde: Livraria Catarinense...


Beiramar Shopping - Centro ...às 19 horas,


Florianópolis - SC




Vamos prestigiar a nossa literatura, Literatura 

de Santa Catarina, Contando e enCantando...

Livro Como Chico Chegou à Lua...na imprensa regional e estadual!!

O livro" Como Chico chegou a Lua" da escritora Danielle Garcia, ilustrado pelo talentosíssimo Guilherme Roemers.... dando o que falar!!! Parabéns!

Livro Como Chico Chegou à Lua...na imprensa regional e estadual!!

Lançamento da Edição em Braille do Livro Verde Vale de Urda Alice Klueger.

Lançamento da Edição em Braille do Livro Verde Vale de autoria da renomada escritora blumenauense Urda Alice Klueger. Trata-se da publicação inédita da Fundação Cultural de Blumenau de um romance destinado às pessoas cegas.
A visitação às exposições poderá ser feita até o dia 30 de Janeiro de 2013, de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas. Visitas mediadas podem ser marcadas pelo telefone 3381 6176. A entrada é gratuita. 



Serviço:
Noite Multicultural, com a abertura das exposições no MAB
Data: 8 de novembro  - quinta-feira
Horário: a partir das 19 horas
Local: Fundação Cultural de Blumenau

Gilberto José Cardozo

Gilberto Cardozo, nasceu em 1960 em Joinville, e desde então sua vida tem sido uma poesia só.. Na verdade, ele faz poesia de tudo. Poesia ao relembrar sua mãe viajando horas em uma carroça, até conseguir uma carona no carro de um viajante que o levou até o hospital da cidade onde iria nascer. Poesia ao relembrar seus tropeçaos pela vida. Poesia sobre o amor, a dor e o valor da gente piçarrense e da sua terra. Hoje é Jornalista, corretro de imóveis, poeta, ator, músico e apaixonado por Balneário Piçarras - que ele diz ser o lugar mais lindo do mundo. Já trabaçhou como secretário de Turismo e organizador dos festivais de teatro e música em Piçarras. è presidente da Associação Terapêutica Sítio Caminho Novo e membro da comissão de Meio ambiente do Conseg.
 
Há 20 anos o Piçarro foi publicado e até hoje encnata a todos com as suas poesias.

( Em construção)

URDA ALICE KLUEGER

A autora Urda Alice Klueger, nascida em Blumenau/SC em 16 de Fevereiro de 1952. 
Urda é historiadora, doutoranda em Geogafria pela UFPR, membro da Academia 
Catarienense de Letras (ACL),  da Associação Nacional de Professores de História 
(ANPUH) e do Instituto Histórico e  Geográfico de Santa Catarina (IHGSC).

MEU CAHORRO ATAHUALPA
Um dia um filhotinho preto me espiou com um olhinho espertíssimo de dentro de uma gaiolinha com cachorros para adoção e acabou vindo parar na minha vida, e hoje tenho pronto este livro sobre ele  e o nosso grande caso de amor. Ele me encheu de tamanha ternura que um dia não resisti e escrevi uma primeira crônica sobre ele, depois outra, e depois outra.
1ª edição - Editora Hemisfério Sul
Blumenau - 2010

A VITÓRIA DE VITÓRIA
Quando minha tia Urda contou-me sobre a história que escrevera inspirada em mim, fiquei muito lisonjeada, mas confesso que achei que ela jamais conseguiria escrever para crianças. 
Na minha adolescência fui convidada a lê-la  Já na primeira página achei que seria uma bela história, e quando terminei de ler achei maravilhosa.
É uma história que conta a vida de Vitória, uma linda colher de prata com um cachinho de uvas cunhado em seu cabo, que tinha uma existência de sonhos, mas que passou por muitas dificuldades, e ao mesmo tempo viveu a história da cidade de Blumenau, com suas enchentes e pessoas trabalhadoras e de coração bom.
                                                                                                                                                Laura Alice Klueger
3ª edição - Editora Hemisfério Sul
Coleção Miteca - Blumenau - 2010 

TRINADOS PARA O MEU PASSARINHO
Urda é passarinha do Quintana. Todos passarão mas seus trinados não.
É passarinha-passarela, onde os gorjeios passeiam.
Quem disse que um toque de uma tecla não toca o coração?
Esses trinados pipilantes que o digam, porque cada palavra digitada é pura emoção!
Dá-me uma pena que eu quero escrever!
Dá-me uma pena de quem não quer ler Trinados para o meu Passarinho!
                                                                                                   Anair Weirich
 Editora Hemisfério Sul
 Blumenau - 2009 


HISTÓRIAS D´ALEM MAR
Ouvir as histórias das suas peripécias(Urda) é não apenas entrar em contato com curiosas e divertidas narrativas, mas também mergulhar na antropologia dos povos que ela nos apresenta, porque Urda tem esse olhar de antropóloga enternecida que a tudo capta e sobre tudo reflete. É este seu olhar de profunda curiosidade e de preocupação com a condição humana que  a levou muito além das terras que seus pés pisaram, fazendo com que se preocupa-sse com a existência de povos geograficamente tão distantes de nós, porém tão próximos de seu coração. [...]
Histórias dálem Mar é o quarto livro de crônicas da autora, já consagrada como  romancista, e reúne histórias que tratam das suas viagens pela Europa e das suas  preocupaçãoes com aquilo que acontece nos mais diversos pontos deste nosso planeta, publicadas em jornais e revistas do Brasil e do exterior.
 Leitura que diverte e ao mesmo tempo convida à reflexão. Um convite à boa leitura. 
                                                                     Viegas Fernandes da Costa

2ª edição - Editora Hemisfério Sul
Coleção Horizontes - Volume 5
Blumenau - 2005     


O POVO DAS CONCHAS
O povo das conchas é uma produção literária muito interessante onde contam através  da imaginação e de estudos bibliográficos acadêmicos realizados de um jeito especial,  um pouco das possíveis trajetórias, caminhos e passos de homens, mulheres  e crianças que viveram aqui em Santa Catarina, há muito tempo atrás, provavelmente uns 6 mil anos. [...]
                                                                                                                      Profª Drª Eliszabete Tamanini  
Editora Hemisfério Sul
Coleção Miteca - Volume 5
 Blumenau - 2004      


AMADA AMÉRICA
Com este livro de crônicas, que não é o primeiro, a Urda recolhe os frutos da sua observação
 dos lugares e caminhos da nossa América, por onde andou. É também o registro das suas vivências e experiências com pessoas que, apesar de compartilharem idênticos problemas e dores pertencem a povos diferentes.   Ao ler estas cr~õnicas americanas, o olhar de Urda, por vezes banhado de candura, por vezes cheio de indignação, aproxima de nós uma realidade rica e  complexa    que o Brasil não reconhece como sendo sua também.
    Editora Hemisfério Sul
Coleção Horizontes - Volume 4
 Blumenau - 2003                                             

Obras Publicadas:

-  Verde Vale – romance-histórico – 1979 – Editora Lunardelli – Florianópolis – SC – (em     
11ª edição)

-  As brumas dançam sobre o espelho do rio – romance-histórico – 1981 – Editora Lunardelli –    Florianópolis – SC 3ª edição

-  No tempo das tangerinas – romance-histórico – 1983 – Editora Lunardelli – Florianópolis –SC – (em 10ª edição)

-   Vem, vamos remar – relato da enchente de 1983, em Blumenau – 1986 – Editora Lunardelli – Florianópolis – SC. (em 4º edição)

-   Te levanta e voa – romance – 1989 – Editora Lunardelli – Florianópolis – SC

-    Blumenau, a loira cidade no sul – livro turístico - 1989 – Editora da Livraria Alemã – Blumenau – SC – em 4ª edição

-    Cruzeiros do Sul – romance-histórico – 1991 – Editora Lunardelli – Florianópolis – SC (em 2ª edição pela Editora Hemisfério Sul Ltda.)

-    Recordações de Amar em Cuba II – 1995 – Relato de uma viagem a Cuba – Editora Lunardelli  - Florianópolis – SC

-    A vitória de Vitória – 1998 – romance infantil –  Editora Hemisfério Sul - Blumenau/SC (em 2º edição)

-    Entre condores e lhamas – 1999 – relato de uma viagem a Bolívia e Peru – Editora Hemisfério Sul Ltda. – Blumenau – SC

-    Crônicas de Natal e Histórias da Minha Avó – Editora Hemisfério Sul – Livro de Natal – 2001 – em 3º edição

-     No tempo da Bolacha Maria – Editora Hemisfério Sul Ltda. – Crônicas Memorialistas - 2002  - em 2ª edição

-      Amada América – Editora Hemisfério Sul Ltda. - Crônica de viagens feitas pela    América não-inglesa.

-   O povo das conchas – para-didático pré-histórico sobre o povo Sambaquiano – Editora    Hemisfério Sul Ltda. – Blumenau – 2004.

-   Histórias d´além mar – crônicas – Editora Hemisfério Sul Ltda. – 2005

-   Viagem ao Umbigo do Mundo – relato de uma viagem de moto a 5 países da América do Sul – Editora Hemisfério Sul Ltda. – Blumenau – 2006

-   Encontro com a Infância – crônicas – Editora Hemisfério Sul Ltda. – Blumenau – SC - 2007

-   Crônicas de Natal e Histórias da minha Avó – 4ª edição revista e ampliada – Editora Hemisfério Sul – Blumenau - SC

-   Sambaqui – romance pré-histórico – Editora Hemisfério Sul Ltda. - Blumenau – SC – 2008

-   Trinados para o meu Passarinho – Editora Hemisfério Sul Ltda. – Blumenau – SC - 2009

              Contos publicados em antologias

-Diversas contribuições para revistas e jornais literários e científicos.
-Aproximadamente 150 crônicas publicadas no jornal “A Notícia”, de Joinville/SC
-Aproximadamente 130 crônicas publicadas no jornal “Expresso das Nove”, de Açores, Portugal.
-Aproximadamente 80 crônicas publicadas no jornal “Diário Catarinense”, de Florianópolis/SC
-Aproximadamente 40 crônicas publicadas no Jornal “O Primeiro de Janeiro” , o mais antigo jornal português, publicado ininterruptamente desde 1868.
-Aproximadamente 600 crônicas publicadas em diversas revistas e jornais de papel e da Internet.
-Diversos textos acadêmicos publicados em revistas especializadas.
-Autora do texto que deu origem ao filme (película) “Por causa de Papai Noel”, com roteiro de Mara Salla, e que ganhou o primeiro prêmio de 2005 junto ao Ministério da Cultura, em Brasília, e que participou de cerca de 40 festivais, inclusive em lugares como Lisboa/Portugal, Seul/Coréia, Moscou/Rússia, e recebeu muitos prêmios.
-Militante de Movimentos Sociais

Entidades a que pertence:

-          Academia Catarinense de Letras
-          Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina
-          ANPUH – Associação Nacional de História
-         Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil.  

YEDDA DE CASTRO GOULART

A escritora Yedda de Castro Bräscher Goulart nasceu em Lages. É licenciada em Letras pela Faculdade de Pedagogia, Ciências e Letras da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC), habilitada em Inglês, Português e Literatura Brasileira. Foi coordenadora do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas do Instituto Estadual de Educação, quando criou o Jornal (UFSC) concluiu o Curso de Mestrado em Letras, com concentração na área de Literatura Brasileira e defesa pública da tese "O piano, de Aníbal Machado: Gênese e Variações". Tem participado com poesias, crônicas e ensaios em várias publicações, como na revista de literatura do Curso de Pós-graduação da UFSC; Travessia; revista litero cultural do Departamento de Língua e Literatura Vernácula da UFSC, Teias; na revista da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Piauí, Veredas Culturarte; na revista do Arquivo Público de Santa Catarina, Ágora; e nos jornais O Estado e Correio Lageano. Ganhou o concurso da Associação Médica de Santa Catarina com o conto "A Janela" e honra ao mérito com outro conto, "Velho Casarão".
Autora dos livros infantojuvenis Aventuras na Ilha da Magia(5ª edição) e Aventuras na Serra(2ª edição), além de A Felicidade se conquista com Gentileza(comportamento), Mosaico(poesias), Vidal Ramos Junior: um lageano, uma paixão (biografia) e Presença da Literatura Infantil e Juvenil em Santa Catarina, todos pela Editora Insular, sendo este último em coediação com a Editora da FURB (www.insular.com.br)
Também publicou, pela Coleção Ursinhos Companheiros da Editora Todolivro, Ursinho Ioiô, Ursinho Pipa, Ursinho Pirulito e Ursinho Catavento.


AVENTURAS DA ILHA DA MAGIA
Neste livro, em sua 5ª edição, agora com a Nova Ortografia da Língua Portuguesa, você encontrará uma história dirigiada à sua sensibilidade. Assim, ele poderá ser lido por adultos e crianças.
Naqueles, o resgate  dos sonhos e valores que permanecem no coração. 
Nestas, a descoberta de espaços inusitados, numa época em que a imaginação se confunde com a técnica.
Aqui vamos encontrar um cenário de sonho e magia subjacente ao cenário de beleza visível e real. A aventura é vivida por duas crianças, símbolo de pureza, ingenuidade e fé. Exatamente aquelas virtudes esquecidas no coração do adulto e oprimidas pelas necessidades do mundo real. 




AVENTURAS DA ILHA DA MAGIA
Neste livro, em sua 5ª edição, agora com a Nova Ortografia da Língua Portuguesa, você encontrará uma história dirigiada à sua sensibilidade. Assim, ele poderá ser lido por adultos e crianças.
Naqueles, o resgate  dos sonhos e valores que permanecem no coração. 
Nestas, a descoberta de espaços inusitados, numa época em que a imaginação se confunde com a técnica.
Aqui vamos encontrar um cenário de sonho e magia subjacente ao cenário de beleza visível e real. A aventura é vivida por duas crianças, símbolo de pureza, ingenuidade e fé. Exatamente aquelas virtudes esquecidas no coração do adulto e oprimidas pelas necessidades do mundo real.                                                 

                                                          

Com a participação de Rubens e Aline Belli, Yedda produziu o roteiro para o curta metragem
 Aventuras na Ilha da Magia (www.ilhadamagia.com.br), desenho animado baseado 
no livro com o mesmo nome.

AVENTURAS NA SERRA
Aventura na Serra, agora em sua segunda edição ilustrada e coma Nova Ortografia, é o 2º volume da Coleção Pedrinho, iniciada com Aventuras da Ilha da Magia, e tem como objetivo resgatar o gosto pela leitura de contos do realismo maravilhoso, que está a encantar uma geração após a outra, 
desde há muitos séculos.
A proposta destas obras é exibir as belas regiões de Santa Catarina, conferindo-lhes ingredientes míticos e simbólicos tão ao gosto do imaginário infantojuvenil e, por que não dizer, do imaginário de aultos sensíveis. Livros que se propõe ao resgate da sensibilidade, da beleza estética e de certa ingenuidade, que não abdica de uma visão crítica da realidade e de uma grande preocupação com o relacionamento social. 
Aventuras na Serra retrata as características  e a história mítica de uma região muito especial, a Serra catarinense, tratando de valorizar, recriar cenários, personagens, tempos, costumes, aparetemente muito conhecidos.


PRESENÇA DA LITERATURA INFANTIL E JUVENIL EM SANTA CATARINA
Yedda luta há muitos anos para dar mais transparência à literatura infantil e juvenil produzida em Santa Catarina. Como autora experiente, conhece as dificuldades enfrentadas pelos escritores para divulgarem suas obras e disponibilizá-las aos leitores. Ocupar um espaço nas numa estante da livraria, hoje é quase impossível, diante da massacrante ocupação das grandes editoras especializadas na produção para os jovens. As  prateleiras das bibliotecas, também, não costumam acolher os nossos autores. Na verdade são apenas as escolas particulares que trabalham com escritores locais, pois as publicas, com professores desesperançados, sem motivação e recursos, desde muito abandonaram o livro, 
sempre com raras exceções. 
Até mesmo muitos pais, embaçados pela onda da Internet e as maravilhas do mundo virtual, acham que o livro  envelheceu e foi superado pelo vídeo. E tudo isto nos faz refletir sobre o destino da literatura em nossas escolas e em nossos lares.

 Mas a inspiração para prosseguir  na justa causa da literatura como fonte de cultura e educação. 
Com simplicidade e muita dedicação Yedda, reuniu escritores e ilustradores, no objetivo de ser um instrumento  de divulgação da produção literária infantil e juvenil entre os educadores e um estímulo à a leitura. Na verdae é apenas uma amostra  e um incentivo como se fosse uma saborosa prova que poderá despertar um bom gosto e um mais apurado paladar pelos livros. 
De nossos autores e ilustradores, é claro!
( Prefácio de Danusia Apparecida Silva)



PORTAL DO SOL: NASCENTE / POENTE

Belíssimo e encantador livro  de poesias com dupla face:

        PORTAL DO SOL NASCENTE: 
     - poemas novos, inseridos dentro de desenhos. 
         PORTAL DO SOL POENTE:
         - poemas antigos e premiados. 
    
 LEVANDO A SÉRIO 
Poesia, não é para ler como quem vai a esquina comprar leite sem perceber. 
Poesia é arte da magia, poesia é deleite, poesia é prazer!
POÉTICA BÍBLICA 
Não vos preocupeis com o que vereis. 
Já basta a agonia de cada dia que viveis.

CONVENCIMENTO
 Gosto da minha poesia! Por que ela funciona...
 Arranca oh! De bocas febris. É uma mãezona que só me traz alegria, e muito me faz feliz.
Provoca brilho nos olhares e requebros nos andares.
Falar nesses termos, assim, não é falta de humildade.
É um tributo à essa divindade que vêm, me abraça e me toma, sentindo-se minha dona.
Não sou eu que a produzo, é ela que se faz em mim... ...
 Por isso eu fico assim!
Inspirada em texto do livro Mazelas de uma  vendedora de livros, 
da mesma autora – no prelo.

 Poemas que Contam, canta e encantam... 

Como Chico chegou a lua

"Chico se achava o único menino do mundo capaz de descobrir as respostas das mais altas contas de matemática. Ele realmente era muito bom aluno e com doze anos, já havia ganhado muitos prêmios com seu conhecimento. A matemática o levou até onde ele nem imaginou ir. Mas ele não tinha amigos. Por isso, ninguém sabia que Chico tinha um grande desejo secreto. Ele queria ir à Lua. Nesta aventura especial e espacial, você vai saber como Chico chegou à Lua e ainda conseguiu amigos".
Livro com 16 páginas, cor, papel couchê, destinado ao público infanto-juvenil, da autora Dani Garcia com ilustraçoes de Guilherme Roemers, jovem ilustrador de Balneário Piçarras de 12 anos. Apoio Cultural de Centro Educacional Crandon, Imperador Turismo Hotel, Italian Sorvetes e Valdir Schappo. Será lançado nos próximos dias e vendido a R$10,00 nas livrarias e vários pontos de venda na região.
Nossos currículos 
Danielle Heidenreich Garcia, ou apenas Dani Garcia, nasceu em Florianópolis (SC) em 1974, mas ainda pequena foi morar em Itajaí (SC). Na adolescência participou de concursos literários na escola e na cidade. O gosto pela escrita a direcionou para o curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Itajaí - Univali, no qual se formou em 1997. Moradora de Balneário Piçarras (SC), Danielle tem dois filhos, é editora e repórter do semanário Jornal do Comércio, integrante da Associação Amigos da Arte e da Cultura  - AMARK, e presta serviço voluntário nas diretorias da Apae, Associação Terapêutica Sítio Caminho Novo e Associação de Pais e Professores da Escola Monteiro Lobato. Possui poesias publicadas em jornais locais e mantém os blogs www.palavradepoeta.blogspot.com e www.aventurasdezefile.blogspot.com. Escreve histórias e poesias infantis e tem o primeiro livro infantil publicado em 2011, “Zé Filé – um cachorro na reciclagem”. Participou ainda da elaboração da ‘Cartilha Zé Filé – Aprendendo a Preservar’, que contém três histórias suas do cão Zé Filé, material editado pela Prefeitura de Balneário Piçarras.
 Guilherme Roemers nasceu em 1999 em Itajaí (SC) e ainda bem pequeno mudou-se com a família para Balneário Piçarras (SC). Desde cedo o gosto pelo desenho foi logo notado pelos pais, que o incentivaram com os primeiros lápis de cor. Motivado pelo pai e a irmã, que também desenham, Guilherme foi desenvolvendo o gosto pela arte e criou seus primeiros desenhos de cachorros e animais de estimação, além de quadrinhos. Inspirado também pelas histórias e desenhos de Maurício de Souza, decidiu aprimorar seu dom com cartoons, caricaturas e desenhos com muitas expressões. Aos 12 anos, tem traços marcantes e desenhos peculiares, o que chamou a atenção da escritora Dani Garcia, que o convidou para ilustrar seus livros. Guilherme é criador da imagem e ilustrações do cão Zé Filé na cartilha “Aprendendo a preservar” e de outras histórias de Zé Filé ainda não publicadas.

Concurso Literário Ivone Pires

A hora de conhecer os vencedores do Concurso Literário Ivone Pires está chegando. Organizado pela Associação Amigos da Arte e Cultura (AMARK) e patrocinado pela Baltt Empreiteira e Terraplenagem, o concurso premiará os melhores trabalhos em poesia e conto, num evento agendado para o dia 9 de junho, às 20h, no Auditório do Campus Univali de Balneário Piçarras. O evento também será uma homenagem à poeta piçarrense Ivone Pires, falecida em 1985 e que dá nome ao concurso.
O concurso, que envolveu as comunidades de Balneário Piçarras e Penha, vai premiar os três melhores trabalhos em três categorias: poesia para alunos do 6º ao 9º ano, e poesia e conto para a comunidade em geral. Os avaliadores julgaram os melhores trabalhos de acordo com os critérios de criatividade, observância ao tema "O lugar de onde vim" e adequação às normas gramaticais. 

Todas as obras vencedoras serão publicadas numa edição especial de O Carijó, jornal literário do departamento de literatura da AMARK. Após a noite de entrega da premiação, os resultados estarão disponíveis no blog www.concursoivonepires.blogspot.com.

Sonhos, Paixões e Poesias - Dovílio Ângelo De Cesaro

Dovílio Ângelo de Cesaro nasceu em 05 de maio de 1950, na Linha Espuma, em Chapecó, SC. É filho de Gentil de Cesaro e Albina Rubetti de Cesaro, casado com Neusa Bonissoni de Cesaro, com quem tem três filhos: Giovani, Jeanne e Cristiano.
Trabalhou em uma indústria do ramo alimentício por vinte e sete anos, onde exerceu a função de Laboratorista Sênior no Controle de Qualidade, até se aposentar em 2001.
Foi eleito operário Padrão da Empresa em 1982 em evento promovido pelo SESI de Santa Catarina. O gosto pela literatura o acompanha há muitos anos, especialmente pela poesia, como se pode perceber durante a leitura desta obra.
Mércur Industria Gráfica/2008

Sem alardes e prenúncio, mas confiante, o autor oferece aos leitores, algo variado, que mostrará algumas pegadas dos humanos, da natureza e do lindo universo.
Independente das expressões serem concretas ou abstratas, visíveis ou invisíveis, mostra um pouco de sonhos , paixões e poesias que trilharam e ainda trilham os meus e os seus caminhos.
Trata-se de um trabalho singelo e significativo, onde a poesia transmite a linguagem cotidiana de diferentes maneiras. Na luz  e na escuridão da estrada, protestos e realizações que também se manifestem no amor pela vida, glorificando a Deus e a natureza, exortando para necessárias reflexões das responsabilidades, na tentativa de vencer percalços e valorizar conquistas.

Roda Moinho - Eloí Bocheco

Moro em moinhos desde que nasci, há 12 anos. 
Moinhos é um lugar quieto  durante a semana e movimentado aos sábados e domingos por causa da visita das pessoas, de perto ou de longe, que vêm conhecer o moinho d´água, perto do rio e o moinho de vento do alto do morro.

Ilustrações: Pedro Zenival
CEPE - Editora/2011

Elóí Elisabete Bocheco já publicou vários livros infanto juvenis,além do inúmero livros de literatura infantil, possui um importante e reconhecido acervo de Literatura Infanto Juvenil como Beatriz em trânsito (Prêmio Mário Quintana); Batata Cozida, Mingau e cará (premio Literatrua para Todos, do MEC);Não vá embora Clarice! (premio Leia Comigo da FNLIJ) e Pero Soltas (Livro do Ano em 2008 pela ACL).

Nina Auras - Como Romeu e Julieta


"Nina diz que tem a pele cor da neve
E dois olhinhos negros como o breu
Nina diz que, embora nova
Por amores já chorou que nem viúva
Mas acabou, esqueceu, (...)
Nina diz que fez meu mapa
E no céu o meu destino rapta
O seu."
(Chico Buarque)


Nina, Auras, catorze anos, adoraria ser encantadora e misteriosa como a Nina de Chico.
Mas ela é apenas a Nina vivida. Nina que ama dias de chuva, o barulho do vento na janela do seu quarto, o frio, ler livros debaixo do cobertor, chocolates quentes e sair com os amigos quando faz sol.
Nina que pratica sotaque britânico enquanto lê seu livro predileto, O Morro dos Ventos Uivantes, que fica cantarolando Caetano Veloso pelos cantos, e que, na sua imaginação, é tão íntima com José Saramago que até o chama de Tio Zezé. Essa menina meio perdida, louca, redundante, que é Catarinense e mora em Florianópolis. Nina que está tentando se descrever, e não sabe como fazer - prazer.

"O medo se alastrava como fogo no álcool. Em 7 de outubro, os Sonderkommandos judeus, prisioneiros que haviam sido selecionados para trabalhar como operários nas câmeras de gás, organizaram uma revolta no campo de concentração Auschwitz-Birkenau. Os 250 prisioneiros revoltosos foram capturados  e imediatamente executados.
Mas Adam, um deles, conseguiu fugir. Acabou encontrando a ajuda que precisava em Julia Leinster, jovem filha de um comerciante cercada de dúvidas, problemas e doenças que o encontra no meio da noite e  abriga em segredo.
Só que todos sabemos que os segredos não duram para sempre...

Edna Domenica Merola - A Volta do Contador de Histórias

A volta do Cotador de Histórias não é apenas um livro de simples palavras bonitas, pois mostra a vida, levando a uma viagem na qual sonho, fantasia e a mais pura realidade se misturam. 
O uso do tempo na narrativa frequentemente estabelece uma ponte entre o momento presente e o passado. 

O uso da temporalidade é um pier que nos leva ao barco do futuro para retornar ao presente mais vivido, mais vivido, mais inteiro; movimentando-se sem medo de quebrar as regras e de construir tudo de novo com uma  nova roupagem.

Eliane Debus

Eliane Debus nasceu em Sombrio, Santa Catarina, Mestre em Literatura Brasileira (UFSC) e Doutora em Teoria da Literatura (PUCRS), é professora do Departamento de Metodologia do Ensino da Universidade Federal de Santa Catarina.
Pesquisadora de literatura infantil e juvenil tem publicados livros teóricos sobre o tema, entre eles Monteiro Lobato eo Leitor, esse conhecido(UFSC, UNIVALI, 2004) e Festança de brincança: a leitura literária na Educação Infantil (Paulus, 2006). 

Este  livro busca vivificar uma manifestação cultural de origem popular que aos poucos  foi esquecida por aqueles que a praticavam ou, por outro lado, por muitos desconhecida: o Pão-por-Deus.
O pão-por Deus une, sua confecção, duas artes: a palavra escrita e a construção plástica em papel: o pequeno poema de quatro versos é escrito sobre um coração de papel, recortado ou desenhado, artisticamente confeccionado.
                                                         Ilustrações: Márcia Cardeal
                                                                   Copiart, 2011
Esta prática de origem portuguesa e que remonta o século XVII, provavelmente chegou ao Brasil na bagagem dos açorianos que por aqui aportarem. 
No Brasil, em especial no litoral catarinense, o Pão-por Deus sofreu transformações e começou a ser adotado com fins variados: recados de amizades, declarações amorosas, pedidos de casamento e adquiriu o formato exclusivo de coração.

Ana Esther

Ana Esther Balbão Pithan nasceu em Erechim (RS) e reside em Florianópolis dede 1991. 
Graduada em Letras/Inglês na UFGRS e com Mestrado em Língua Inglesa e Literaturas Correspondentes na UFSC. Como professora na área de inglês tem passagem pela Universidade de Passo Fundo (RS) e na UNERJ (Jaraguá do Sul) e UNIVILLE (Joinville). Estudou inglês na Inglaterra e International Business na Austrália. Fez o curso básico de Ilustração no Senac-Florianópolis. O livro Terapia Ocupacional, Contos (2004) para o público adulto em geral marcou sua estreia como escritora. É também a criadora dos personagens O Pelicano, a Mochileira Tupiniquim, a Boneca Cremilda, a Mega Vó e as Corujinhas Buraqueiras. Contribui com seus escritos em jornais literários como Letras Santiaguenses (RS), Recanto das Letras (internet), Varal do Brasil (Suíça) e Booksie (site americano onde publica seus textos em inglês). Participa da Associação dos Cronistas, Poetas e Contistas Catarinenses desde 2007.
Formação

·         Letras/Tradutor/Inglês, UFRGS (1987)
·         Mestrado em Língua Inglesa e Literaturas Correspondentes, UFSC (1993)
·         Diploma in International Business, Martin College, Austrália (1999)
·         Professional Children’s Writing, Thomas Education Direct, Austrália (2007)
Livros Publicados
Terapia Ocupacional, Contos (2004); 2- A Mochileira Tupiniquim nas Trilhas da Nova Caledônia (2005); 3- A Viagem, o Concurso e o Vacilo (2005); 4- O Susto da Cremilda/Scaring Cemilda (2006); 5- Cremilda Ecológica/ Cremilda Goes Ecological (2006); 6- Cadê o Cagu? (2010); 7- A Cidade dos Polvos (2011); 8- Family Tree/O Carvalhinho Solitário(2011); 9- Lendo nas Entrelinhas (2012 –ainda a ser lançado).
 Participação em Antologias
1-      6Antologia da ACPCC (2009)
2-      7Antologia da ACPCC (2011)
3-      Coletânea UBE Joaquim Moncks&Amigos (2011)
Blogs:
http://aussielitcombr.blogspot.com (sobre literatura australiana)
                                             
    Cremilda Ecológica
 A bonequinha Cremilda mora próximo a uma floresta fascinante.  É a floresta Mágica onde vivem animais muito estranhos. Alguns ão belíssimos e há os que já estão extintos no mundo dos Seres Humanos! Certa vez, Cremilda recebeu uma visita surpreendente do Seu Urubu...
Num outro dia,  Cremilda  ouve um urro amedrontador e treme de medo o que será?